Skip to Main content Skip to Navigation
Journal articles

Sociologia da programação social*: bens coletivos e política da escala temporal na Itália

Résumé : Esta discussão será estruturada em seis partes, começando pela reconstrução do significado que o termo “programação” assumiu na Itália (1), incluindo a sua relação com a cultura do reformismo (2) e com os múltiplos fatores que levaram à critica de uma concepção “centralista” da programação (3). Em seguida, veremos as matrizes da programação social antecipada pela Lei nº 328/2000 nas obras da nova programação local, desenvolvidos em diversos setores das políticas públicas dos anos 1990 (4). A reforma do welfare local, introduzida pela Lei nº 328/2000 e pela reforma do Título V da Constituição, demanda maiores precisões sobre a dimensão política assumida pelos Planos de zona e sobre as principais tensões que surgiram entre valorização dos recursos locais e uniformidade de direitos (5). Precisada a dinâmica histórico-política que levou à configuração atual, poderemos discutir a relevância dos bens coletivos para a solidariedade e a dimensão política da escala temporal própria à programação (6).
Document type :
Journal articles
Complete list of metadata

Cited literature [14 references]  Display  Hide  Download

https://hal-sciencespo.archives-ouvertes.fr/hal-01491546
Contributor : Spire Sciences Po Institutional Repository Connect in order to contact the contributor
Submitted on : Saturday, March 25, 2017 - 10:46:03 AM
Last modification on : Friday, July 2, 2021 - 1:59:53 PM
Long-term archiving on: : Monday, June 26, 2017 - 12:34:16 PM

File

nau-social-conv-vitale-tommaso...
Files produced by the author(s)

Identifiers

Collections

Citation

Tommaso Vitale. Sociologia da programação social*: bens coletivos e política da escala temporal na Itália. Nau Social, Universidade Federal da Bahia, 2015, 6 (10), pp.165 - 188. ⟨hal-01491546v2⟩

Share

Metrics

Record views

144

Files downloads

347