Skip to Main content Skip to Navigation
Book sections

Territorialidade, conflito e integração nos estudos urbanos dos ciganos de Portugal. Mecanismos sociais e implicações nas políticas públicas

Résumé : A abordagem dinâmica e relacional permite à autora esclarecer mecanismos de base nos percursos de mobilidade, integração e estigmatização, e mais especificamente mecanismos de atribuição de um significado de referência territorial, o recurso " ilimitado " ao território e a distinção identitária. Os mecanismos cognitivos, relacionais e ecológicos que interagem para compreender a mobilidade dos ciganos. Mobilidade forçada, como a autora não se poupa de mostrar. Mobilidade forçada que, no entanto, não implica uma sujeição total das pessoas, ou reações automáticas, determinadas e previsíveis. Para compreender mobilidade, estigmatização e integração dos ciganos, a dimensão espacial é crucial . Um espaço performativo que produz efeitos. Um espaço estruturante, não apenas estruturado. Mas certamente estruturado.
Document type :
Book sections
Complete list of metadata

Cited literature [19 references]  Display  Hide  Download

https://hal-sciencespo.archives-ouvertes.fr/hal-02189141
Contributor : Spire Sciences Po Institutional Repository Connect in order to contact the contributor
Submitted on : Friday, July 19, 2019 - 10:07:56 AM
Last modification on : Friday, July 2, 2021 - 1:59:53 PM

File

vitale-2018-territorialidade-c...
Files produced by the author(s)

Identifiers

Collections

Citation

Tommaso Vitale. Territorialidade, conflito e integração nos estudos urbanos dos ciganos de Portugal. Mecanismos sociais e implicações nas políticas públicas. Alexandra Castro. Na luta pelos bons lugares. Ciganos, visibilidade social e controvérsias espaciais, Alto Comissariado para as Migrações, pp.11 - 20, 2018, 9789896850760. ⟨hal-02189141⟩

Share

Metrics

Record views

80

Files downloads

41